Bayeux se compromete com segurança alimentar e entrega Cozinha Solidária

Para garantir o direito humano à alimentação para todas as pessoas, a Prefeitura de Bayeux iniciou um processo de construção para aderir ao Sistema Nacional  de Segurança Alimentar e Nutricional.

A prefeita Luciene Gomes já publicou dois decretos criando a Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional(CAISAN)  e o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (COMSEA), dois componentes que irão nortear a implementação e  o fortalecimento da Politica de SAN do município. Essas conquistas são comemoradas neste sábado (16), Dia Mundial da Alimentação.

Além do funcionamento importante do Restaraunte Popular, até o final de outubro, em parceria com o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra) será instalada uma Cozinha Solidária no bairro do Mário Andreazza.

Ainda por iniciativa do Poder Executivo, a Câmara Municipal votou um projeto de lei  que cria o Banco de Alimento de Bayeux, que terá o objetivo de captar doações de alimentos e promover sua distribuição, diretamente ou através de entidades previamente cadastradas às pessoas ou famílias em estado de vulnerabilidade alimentar e nutricional, assistidas ou não, por entidades assistenciais, contribuindo diretamente para a diminuição da fome.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.