Bandidos atacam agência dos Correios em Campina Grande e fazem reféns

A Agência dos Correios e Telégrafos que fica em frente a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), em Campina Grande, foi atacada por bandidos na manhã desta quinta-feira (5). Há reféns e a polícia negocia a liberação deles. Não se sabe ao certo o número de reféns, que seriam funcionários e clientes da agência.

O clima é tenso e de muita apreensão por mais esse ato de violência que aterrorizou a população de Campina logo cedo hoje.

De acordo com informações da polícia, pelo que foi possível apurar até agora, são pelo menos três criminosos, mas um deles se entregou e está preso junto aos policiais que estão atendendo a ocorrência.

Há muita movimentação no local, muita gente acompanhando de perto. A polícia cercou o perímetro para evitar que as pessoas fiquem numa possível linha de fogo entre os policiais e os criminosos. Um dos bandidos faz a negociação com a polícia.

O bandido que faz a interlocução com a polícia já exigiu um colete a prova de balas e também pediu água. Todas as exigências foram atendidas pelos policiais, mas no tocante a liberação dos reféns não há nenhum avanço.

Segundo a polícia, um dos bandidos chegou ao local fortemente armado, rendeu o vigilante da agência e entrou pra realizar o assalto. Quando o vigilante percebeu uma oportunidade de sair da agência, ele entrou em luta corporal contra os outros dois bandidos, conseguindo fugir. Durante a luta, o vigilante, inclusive, chegou a ser mordido no braço por um dos bandidos.

Foi o vigilante que contactou a polícia, que cercou o local e impediu a fuga dos criminosos. O assalto então, acabou se transformando em um sequestro.

 

 

 

 

Comentários