Autoridades lamentam morte de Zé Maranhão

O falecimento do senador José Maranhão (MDB) foi lamentado por muitas autoridades paraibanas que emitiram notas de pesar pela morte do decano político. Confira algumas das manifestações de solidariedade:

Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa decretou, nesta segunda-feira (8), Luto Oficial de 3 dias pela morte do senador José Maranhão. O parlamentar estava internado em São Paulo desde dezembro do ano passado, para tratamento da COVID-19. Ele faleceu em decorrência das complicações provocadas pela doença.

O corpo será levado para sua terra natal, Araruna, onde será enterrado. José Targino Maranhão nasceu no dia 6 de setembro de 1933. Graduou-se em Direito pela UFPB. Casado com a desembargadora Maria de Fátima Bezerra, deixa três filhos (Maria Alice, Leônidas e Letícia) e dois netos (José Neto e Maria de Fátima).

O senador, em vida, integrava um quadro de homens públicos paraibanos que deram grande contribuição à história política da Paraíba e do Brasil. Maranhão foi eleito para o segundo mandato no Senado Federal em 2014. Antes disso, já havia sido senador, governador da Paraíba por três vezes, vice-governador, deputado Constituinte, deputado federal e deputado estadual.

José Maranhão iniciou sua carreira política em 1955, na Assembléia Legislativa da Paraíba. Ele teve os direitos políticos cassados pelo regime militar, mas voltou à atividade parlamentar com a redemocratização do País.

Assembleia Legislativa da Paraíba

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, em nome de todos os parlamentares e servidores da Casa Epitácio Pessoa, lamenta a morte do senador e ex-governador José Maranhão (MDB), ocorrida na noite desta segunda-feira (08), em São Paulo, em decorrência de complicações da Covid-19.

O presidente também decretou luto de sete dias pelo falecimento de Maranhão, que foi deputado estadual por quatro legislaturas.

“É com profundo pesar e o coração quebrantado que lamentamos a morte do senador e ex-governador José Maranhão. Maranhão demonstrou nos últimos dias, na luta contra os efeitos deste vírus devastador, a mesma garra e determinação, que nortearam toda sua trajetória de vida, mas infelizmente é mais um a tombar diante deste inimigo invisível e cruel. A desembargadora Fátima Bezerra, companheira inseparável de vida e lutas, minha solidariedade, estendida aos filhos, parentes e amigos”, disse o presidente.

“A Paraíba perde um grande líder, a política perde um grande exemplo e eu perdi um amigo, um professor. Que Deus na sua infinita misericórdia o receba com toda Glória”, acrescentou.

Daniella Ribeiro

É com muita tristeza que lamentamos o falecimento do senador José Maranhão, ocorrido na noite desta segunda-feira (8). Maranhão, nome forte na política, homem de coração grandioso para os que os conheceram de perto e com ele tiveram o prazer de conviver. Referência na política paraibana, fez história, deixou histórias, foi exemplo de homem público.

Sua morte em decorrência da covid-19 deixa a Paraíba em silêncio. Silêncio esse em respeito à sua trajetória, aos seus familiares, à sua memória.

Que Deus o receba e conforte os seus familiares, seus amigos e toda a nossa Paraíba. Em cada lugar desse Estado tem um paraibano que nunca esquecerá da grandiosidade e simplicidade do homem público que foi José Maranhão. Obrigada pela dedicação e compromisso que você teve com a nossa Paraíba, seja como senador, governador ou simplesmente como Zé, ararunense que tanto amou essa terra.

Foi uma honra sentar ao seu lado no Senado Federal, ouvir suas histórias, seus ensinamentos. Vá com Deus, meu amigo. A Paraíba nunca o esquecerá!

PSDB

A Paraíba perdeu um grande homem público com o falecimento do senador José Maranhão, nesta segunda-feira (8). Durante a sua trajetória política, ele fez muito pelo Estado e desenvolveu ações importantes para a população paraibana. Ele deixa um grande legado político para o nosso Estado.

Neste momento, também externamos votos de pesar à família e amigos pela partida do senador Maranhão, que era marido da desembargadora Maria de Fátima Bezerra, pai de Maria Alice, Leônidas e Letícia e avô de José Neto e Maria de Fátima.

Eduardo Carneiro

“José Maranhão é uma grande referência da política, que projetou o nome da Paraíba e que fez muito por sua terra”. A frase é do deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) ao lamentar o falecimento do senador José Maranhão (MDB), nesta segunda-feira (8), por complicações da covid-19.

Eduardo externou sentimentos de pêsames à família e amigos. “Neste momento de tanta dor, peço a Deus conforto para o coração da sua esposa Fátima e da sua família. Maranhão foi um grande homem público e deixa um enorme legado para a Paraíba”, disse.

Saulo Benevides

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, em seu nome e de toda a Corte, lamenta profundamente a partida do senador José Targino Maranhão, que tantos serviços prestou ao Estado da Paraíba e ao Brasil durante décadas de atividade política como governador, vice-governador, senador, deputado federal e deputado estadual. É com grande pesar que o presidente vem a público se solidarizar com a dor da família, em nome da desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti, esposa do senador.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.