Aulas presenciais na UEPB serão retomadas a partir de fevereiro

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) aprovou, por unanimidade, em reunião extraordinária, o retorno presencial das aulas para os meses de fevereiro e abril de 2022. A medida é válida para os componentes teóricos, uma vez que as atividades práticas já estão sendo realizadas na Instituição.

A proposta, apresentada pela Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) foi relatada pelo professor Eli Brandão da Silva, que fez uma detalhada apresentação, mostrando as dificuldades e realidade de cada curso expostas em consulta pública. Conforme relatou, alguns cursos optaram pelo retorno no mês de fevereiro, enquanto outros preferiram o retorno em abril. Para produzir o documento, a PROGRAD se debruçou sobre as diversas consultas feitas pelas Coordenações dos cursos solicitantes.

Ao todo, 17 cursos manifestaram o desejo da volta das aulas presenciais em fevereiro, sendo que destes, seis entraram com recursos com base em novas consultas feitas aos alunos. Estes cursos estão autorizados a só retornarem em abril. O professor Eli Brandão explicou que os cursos que entraram com recurso sobre a decisão de retornar com os componentes teóricos de forma presencial apresentaram dificuldades de ordem de segurança, transporte, moradia e, bem como, o receio da volta da pandemia após as festas de final de ano e Carnaval.

“Alguns cursos entraram com recurso sobre a decisão de retornar com os componentes teóricos de forma presencial, apresentando dificuldades de ordem de segurança, transporte e, com base em nova consulta feita pelos estudantes, solicitaram retornar presencialmente apenas em abril. O prazo para outros cursos que não apresentaram recurso até a segunda-feira (20) fica estendido até esta quarta-feira (22)”, explicou.

Em seu parecer, o professor Eli Brandão citou as diversas reuniões realizadas com as Coordenações de cursos e Direção de Centros, para debater o retorno seguro das atividades presenciais em 2022. O pró-reitor de Graduação explicou ainda que a UEPB já vem realizando atividades para os componentes práticos desde abril deste ano, sendo autorizado o retorno de sua totalidade neste semestre letivo de 2021.2.

O pró-reitor enfatizou que a Resolução/UEPB/CONSEPE/023/2021 estabelece, irrestritamente, o retorno integral à presencialidade em abril, quando do início do semestre letivo de 2022.1. Após fazer o relato dos processos encaminhados e analisados pela PROGRAD, e considerando que o intento do Ministério Público era o de contemplar a opinião dos estudantes, resguardadas as condições efetivas saúde e segurança, o professor Eli Brandão emitiu parecer pedindo que Conselho considerasse as justificativas apresentadas por cada curso adequando a cada realidade, de maneira a contemplar os pleitos apresentados pelas Coordenações de curso.

A reitora Célia Regina destacou que o Consepe aprovou uma Resolução mais adequada à realidade dos cursos da Instituição e elogiou os conselheiros por aprovar o documento. “Quero agradecer ao professor Eli Brandão pelo excelente parecer e a todas as pessoas que estiveram presentes a este Conselho, contribuindo para que a gente pudesse ter uma Resolução mais adequada a realidade dos nossos cursos, e da nossa comunidade universitária”, agradeceu a professora Célia Regina.

Em abril, o Consepe aprovou, em reunião extraordinária, a proposta que estabeleceu o retorno gradual das atividades práticas presenciais para as turmas concluintes dos períodos 2020.2, 2021.1 e 2021.2. Em outubro, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão aprovou proposta apresentada pela PROGRAD que autorizava o retorno presencial dos componentes práticos da UEPB, segundo os protocolos de biossegurança, enquanto os componentes teóricos permanecem de forma remota.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.