Atleta morre de infarto durante Corrida Contra a Corrupção

A organização da 2ª edição da Corrida contra a Corrupção emitiu uma nota na noite deste sábado, 30, para lamentar profundamente o falecimento natural do atleta Waldir Ângelo da Silva, de 56 anos, vítima de um infarte fulminante durante o trajeto da atividade.

O corredor estava fazendo o percurso da prova de 10 quilômetros, quando sentiu-se mal e caiu. Ele foi assistido imediatamente por um médico que também participava da prova, que prestou os primeiros socorros. Foram acionados o Samu, os bombeiros, as duas motolancias contratadas para o evento, assim como a ambulância da empresa Falcon, também contratadas pela organização.

“A organização da Corrida se solidariza com os amigos e familiares e está à disposição para o que for necessário. Informa ainda que o corredor, tal qual todos os inscritos no evento, estava acobertado pelo seguro de vida, que já foi devidamente acionado pela organização”, diz o texto.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.