Associação de juristas pede nomeação da candidatura mais votada para reitoria da UFPB

A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), por meio da Coordenação Executiva do núcelo Paraíba, divulgou nota nesta segunda-feira (7) onde defende a nomeação, por parte do governo federal, da candidatura eleita como a mais votada na lista tríplice no processo de eleição para reitor da Universidade Federal da Paraíba.

Na nota, a Coordenação Executiva do Núcelo Paraíba da ABJD diz que “a construção, exercício , defesa e preservação da democracia, não só, mas também na UFPB, passa pelo inexorável respeito ao resultado eleitoral e da necessária unidade de esforços de todos os que disputaram o pleito, para exigir do Governo Federal a nomeação da candidatura eleita como a mais votada na lista tríplice, amparado na histórica conquista da regra democrática desta instituição de que’Reitor eleito é Reitor Empossado'”.

Ainda na nota, a coordenação destaca que a “Associação Brasileira de Juristas pela Democracia – ABJD, nasceu sob a égide da luta contra o golpe jurídico, parlamentar e midiático de 2016, perpetrado contra a Presidenta Dilma Roussef, que sofreu impeachment sem crime de responsabilidade ou de improbidade administrativa, desrespeitando os 54 milhões de eleitores que a elegeram”.

Destaca também que na recente eleição para a Reitoria da UFPB, havia em disputa 3 chapas, e a ABJDPB tinha valorosos quadros seus, integrando a Chapa 01 e 02,e por isso decidiu não apoiar nenhuma das chapas enquanto entidade, porém liberando seus associados e associadas individualmente para expressar sua livre e soberana escolha.

Afirma que no pleito da UFPB, a chapa 2 ganhou a eleição respeitando as regras da disputa eleitoral, pela conquista da maioria dos votos dos estudantes, professores e servidores públicos da UFPB.

A candidata mais votada para reitoria da UFPB foi Terezinha Domiciano, da chapa 2.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.