Autoridades e instituições lamentam morte do jornalista Adelson Barbosa

Diversas autoridades e instituições lamentaram a morte do jornalista Adelson Barbosa, vítima de câncer que faleceu nesse sábado (27), no Hospital Memorial São Francisco, em João Pessoa.

Em nota assinada por Adriano Galdino, a ALPB destacou que “o jornalista durante décadas cobriu a área política e por diversas vezes marcou presença na Casa de Epitácio Pessoa com seu bom humor, seu tratamento único a todos e seu incansável profissionalismo de fazer com que cada visita rendesse boas pautas.”

Segundo a API, “Adelson era um repórter na mais precisa definição da profissão. Com faro apurado para a notícia, sempre voltava para a redação com uma reportagem exclusiva.”

O Sindicato dos Jornalistas da Paraíba se solidarizou com familiares e amigos. “A diretoria do Sindicato dos Jornalistas PB se solidariza com a dor e o sofrimento de seus familiares e amigos, cujo sentimento também é o nosso.”

Veja as notas na íntegra

Assembleia Legislativa da Paraíba

O presidente Adriano Galdino, em nome de todos os deputados e servidores da Assembleia Legislativa da Paraíba, vem a público lamentar o falecimento do jornalista Adelson Barbosa dos Santos.

Adelson lutava contra um câncer e estava internado há alguns dias no hospital Memorial São Francisco, na Capital. O jornalista durante décadas cobriu a área política e por diversas vezes marcou presença na Casa de Epitácio Pessoa com seu bom humor, seu tratamento único a todos e seu incansável profissionalismo de fazer com que cada visita rendesse boas pautas.

Além de sua longa carreira no jornal Correio da Paraíba, Adelson também foi correspondente de diversos jornais do Sul do país. Atualmente ele mantinha um site próprio e estava fazendo faculdade de História, sua outra paixão assim como o seu sítio na cidade de Ingá.

A Assembleia irá homenagear o jornalista com a exibição do programa Dedim de Prosa, onde Adelson conta ao jornalista Wellington Farias um pouco da sua trajetória e histórias no mundo político.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba

Federação Nacional dos Jornalistas

NOTA DE PESAR

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba e a Vice- regional da Nordeste I vêm, através desta nota, lamentar, com profundo pesar, a morte do jornalista Adelson Barbosa no Hospital Memorial São Francisco, durante o início da noite deste sábado (27). A causa da morte foi parada cardiorrespiratória, provocada por um câncer no cérebro, que foi diagnosticado no ano de 2018. O jornalismo paraibano sofre com a perda do experiente colega de profissão.

Adelson atuou em vários veículos de comunicação do Estado da Paraíba, onde assumiu as funções de repórter e editor de páginas, se notabilizado no extinto Jornal Correio da Paraíba, onde trabalhou por décadas e assumiu a editoria de Política.

Além disso, foi correspondente de grandes jornais nacionais, entre eles a Folha de São Paulo. Era proprietário do site Estado PB e trabalhou, ainda, no Jornal Gazeta Mercantil do Estado de Pernambuco e na Revista Piauí. Sempre ativo, admirado e muito querido pelos colegas das redações, ainda arranjava tempo para cursar História na Universidade Federal da Paraíba, sendo interrompido quando foi acometido pela doença.

O corpo será velado no Parque das Acácias, das 6h até as 10h da manhã.

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas PB se solidariza com a dor e o sofrimento de seus familiares e amigos, cujo sentimento também é o nosso.

Associação Paraibana de Imprensa (API)

API lamenta morte do jornalista Adelson Barbosa

A Diretoria da Associação Paraibana de Imprensa, em nome de todos os seus associados, vem a publico lamentar profundamente a morte do jornalista Adelson Barbosa. O profissional lutava contra um câncer desde 2018 e assim como na profissão, foi um exemplo na luta contra doença, encarando os desafios do tratamento com coragem e bom humor. Nos últimos dias, ele precisou ser internado e infelizmente não resistiu falecendo no dia de ontem.

Adelson era um repórter na mais precisa definição da profissão. Com faro apurado para a notícia, sempre voltava para a redação com uma reportagem exclusiva. Conquistou a confiança das fontes, das autoridades e dos colegas de profissão, que viam nele, um exemplo a ser seguido.

Respeitado e admirado pelos contemporâneos, Adelson também era inspiração para os “focas”, sempre com palavras de incentivo e um ensinamento para passar.

Por tudo isso e muito mais, a perda de Adelson representa muito para a categoria, principalmente no momento que atravessamos, em que o verdadeiro jornalismo se torna cada vez mais essencial.

Todos que fazem a API se solidarizam com os familiares e amigos e ressalta o exemplo de profissional que Adelson Barbosa sempre foi.

Partido dos Trabalhadores

Nota de pesar

O Partido dos Trabalhadores na Paraíba (PT/PB) e o diretório municipal do PT em João Pessoa, lamentam profundamente o falecimento do jornalista Adelson Barbosa.

Filiado ao PT, Adelson participou ativamente de lutas pelos direitos de trabalhadores e trabalhadoras no Estado. Ele deixa um legado em defesa das minorias, tanto em sua atuação como militante quanto profissional.

O jornalista atuou em diversas empresas de comunicação locais e nacionais, chegando a ser correspondente do jornal Folha de São Paulo, na Paraíba. Ele ainda fez parte do Sistema Correio, onde trabalhou até o fechamento do Jornal Correio da Paraíba, em abril deste ano.

O PT da Paraíba e o diretório do Partido em João Pessoa se solidarizam e manifestam os sentimentos de pesar à toda família.
João Pessoa, 27 de junho de 2020

Jackson Macêdo
Presidente do PT da Paraíba

Giucélia Figueiredo
Presidente do PT de João Pessoa

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.