Arthur confirma reunião sobre verba social e alfineta Maranhão

"Não posso dar opinião sobre o Governo Maranhão porque não tenho conhecimento de qualquer ação até agora. Quando ele começar, eu posso analisar". A frase foi dita hoje de manhã pelo presidente da Assembleia Legislativa, Arthur Cunha Lima, em entrevista à imprensa no Encontro Nacional do PSDB.

Arthur também comentou o tema principal do evento e disse que as especulações sobre um eventual fim dos programas sociais no caso dos tucanos reconquistarem a presidência da República derrotando a candidata de Luiz Inácio Lula da Silva não procedem: "Quem criou os programas sociais foi o PSDB. Não se pode conceber que o criador possa matar a criatura. A intenção do partido é expandir o Bolsa Família e outros programas de transferência de renda", disse.

Candidatura própria – Cunha Lima comentou as especulações sobre uma eventual aliança com o PSB para a disputa do Governo da Paraíba e disse ser um ferrenho defensor da candidatura própria: "Temos ótimos quadros e estamos prontos para concorrer, até porque o Governo que está aí ainda não começou".

O deputado ainda falou sobre a polêmica da verba social, disse que agiu com transparência a respeito do benefício e negou que o tema deva ser levado a plenário: "Vou discutir a verba social com todos os deputados e posso assegurar que vamos trata-lo com transparência, como sempre fiz. Fui o único presidente da Assembleia até agora a encaminhar as contas para a apreciação do Tribunal de Contas do Estado", resumiu. A reunião com os deputados acontece nesta terça-feira, 12.

Comentários