Armando exige inclusão do PTB na majoritária e indica Dunga para vice

Campina Grande – O deputado federal Armando Abílio (PTB) confirmou o rompimento político do suplente de senador Carlos Dunga com o titular do mandato, Cícero Lucena (PSDB). Em entrevista à Campina FM, o presidente do PTB paraibano afirmou que o descolamento se deu pela necessidade de Dunga estar livre para ser incluído como vice na chapa de Ricardo Coutinho (PSB). Segundo ele, a indicação de Dunga é pessoal, mas o partido tem outros dois nomes, o médico Reginaldo Tavares e o prefeito de Sousa, Fábio Tayrone, para serem apreciados pelos filiados do partido. Certo, mesmo, segundo ele, é a cobrança de indicar um dos nomes da chapa majoritária de Ricardo Coutinho (PSB), que recebeu hoje o apoio dos Democratas.

Para seguir a orientação do partido, o primeiro ato que ele tinha de fazer era o afastamento político do senador Cícero Lucena. Agora, o partido está falando a mesma linguagem. Mas, o PTB tem de participar da chapa majoritária pela sua história, de defender essa tese [Ricardo Coutinho para o Governo e Cássio Cunha Lima para o Senado] há dois anos, e pelo seu tamanho", declarou.

Na entrevista, Armando declarou que não há veto à inserção dos Democratas na chapa de Ricardo Coutinho desde que o PTB esteja contemplado na composição.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.