Aprovado projeto que permite visita de animais a tutores em hospitais de João Pessoa

Foi aprovado nesta quinta-feira, 23, o projeto de lei apresentado pelo vereador Bispo José Luiz (Republicanos) autorizando a entrada de animais de estimação em hospitais públicos municipais para visitas aos tutores internados. A norma, que aguarda a sanção do prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP) estabelece que os “pets” devem estar com a vacinação em dia, higienizados e os responsáveis devem comprovar, por meio de laudo veterinário, a boa condição de saúde do animal.

Além disso, para poder ter acesso ao ambiente do hospital, os bichinhos deverão estar em recipiente ou caixa adequada, e, tratando-se de cães e gatos, deverão estar em guias presas por coleiras, e, se necessário, enforcador e focinheiras.

Para que o paciente seja visitado por seu animal de estimação, ele deve solicitar a autorização do médico
responsável, agendar previamente o encontro na administração do hospital, respeitando a solicitação do médico e critérios estabelecidos por cada instituição.

O local em que o tutor e seu “pet” poderão se encontrar ficará a critério do médico e da administração do hospital.

Em sua justificativa, o Bispo José Luiz explicou que o projeto tem como objetivo tornar público o reconhecimento da Câmara à contribuição positiva que a convivência com os animais de estimação pode dar na recuperação de pacientes durante o tratamento ambulatorial e hospitalar. “Nos dias atuais, cada vez mais vemos famílias com animais de estimação. Muitos destes animais são considerados membros efetivos da família. A internação não é uma experiência agradável, com a possibilidade de se levar um animal de estimação para que visite aquele paciente que é seu dono, o ambiente se torna mais alegre e agradável, não só para este dono do animal, mas para todos os pacientes”, comentou o Bispo.

Ainda na justificativa da proposta, o vereador citou a tese da psicóloga Karina Schultz, especialista em terapia cognitivo-comportamental. Segundo ela, tratamentos que utilizam animais na recuperação de pacientes já vêm sendo aplicados em diversos países, contabilizando resultados de sucesso. Na Inglaterra, onde estudou por
três anos e meio, pôde comprovar que o estímulo dos pets em ambientes hospitalares, por exemplo, ajuda não somente o paciente, mas toda a equipe que convive com o animal.

Iniciativas semelhantes já são adotadas em hospitais da rede estadual. Um projeto chamado “Cão Terapia” já foi implantado em 2020 nos Hospitais de Emergência e Trauma de João Pessoa e Campina Grande e no Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira. Na rede hospitalar privada, a Terapia Assistida por Animais também já é uma realidade. Estudos apontam que, durante o período em que os animais estão presentes, os pacientes têm o nível de ansiedade e estresse reduzidos. Além disso, os bichinhos ajudam a melhorar o relacionamento interpessoal do paciente, reduzem o sentimento de solidão, melhoram os parâmetros cardiovasculares e há a elevação do bem-estar.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.