Almeida Lima diz que PT quer eternizar poder no Brasil

O deputado federal Almeida Lima (PMDB-SE), presidente da Comissão Especial de Elaboração da Reforma Politica, disse ver com preocupação diversos pontos da atual conjuntura política nacional. Uma delas é igualdade de pensamentos de partidos politicos considerados antagônicos que se unem a cada processo eleitoral, em coligações e interesses políticos.  O presidente foi um dos integrantes que estiveram na sessão especial da Câmara de Joao Pessoa na manhã de hoje.

"Eu lamento quando vejo partidos antagônicos a exemplo do PT e do Democratas estarem pensando do mesmo jeito, aí tem algo errado no meio. Na minha visão, o PT está tentando se eternizar no poder, mas a democracia é justamente a alternância do poder", declarou.  Almeida acrescentou que o importante é o fortalecimento dos partidos dos políticos.

"Nós temos que fortalecer os partidos, mas antes precisamos defender a vontade do cidadão. Lista fechada pré-ordenada é a volta do obscurantismo, é a volta da eleição indireta, que ofende profundamente a democracia", disse.

O presidente da Comissão explicou também que um outro ponto defendido pela Comissão é uma mudança no período dos mandatos disputados apenas paras as eleições de 2012. "Estudamos que se estabeleca uma norma transitória para a próxima eleição de prefeito e vereador que determinará um mandato tampão de seis anos, com o objetivo de unificar as eleições em 2018.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.