Aguinaldo Ribeiro considera ilógico excluir PP da majoritária

A discussão em torno da vice na chapa de Ricardo Coutinho foi o tema abordado pelo deputado estadual Aguinaldo Ribeiro (PP) durante o final de semana em Guarabira, onde ele participou de mais um Encontro das Oposições. O parlamentar negou que tenha se reunido com o governador José Maranhão (PMDB) para articular a inserção do partido na chapa de situação, mas fez uma declaração ambígua sobre a questão. Segundo ele, se houver incorreção da oposição com o PP, os planos do partido podem ser revistos porque "seria ilógico" deixar a sigla de fora de "qualquer chapa".

– Estou absolutamente tranquilo. Vamos aguardar os acontecimentos. Somos o partido que tomou uma decisão desde a primeira hora e tivemos uma postura de correção. Porventura, se houver incorreção com o partido, vamos avaliar no momento próprio, mas não quero crer nisso.

Aguinaldo ainda comentou a reunião mantida por ele, pelo pai, Enivaldo Ribeiro e o presidente do PSB e negou que tenha havido crise na conversa que versou sobre a intenção do PP de emplacar Daniella Ribeiro como vice:

– Foi uma reunião periódica. Não sei porque tanta celeuma. Como esta, haverão de existir outras para tratar de outros assuntos. Evidentemente existe um tempo partidário. Seria ilógico que o partido fique fora de qualquer chapa.

A entrevista foi dada ao programa Conexão Paraíba, da Tambaú FM.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.