Advogado de Leto Viana desconhece repasse a Santiago e reclama do judiciário

Um dia depois que o juiz Henrique Jorge Jácome de Figueiredo, da 1ª Vara da Comarca de Cabedelo ter recebido a denúncia oferecida pelo Ministério Público contra o ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana e mais onze envolvidos na ‘Operação Xeque-Mate’, o advogado do ex-gestor, Jovelino Delgado, disse em entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan João Pessoa que a defesa já esperava o fato e que ele integraria uma estratégia do MP de “fatiar” o processo. “Essa nova denúncia já era esperada porque isto já é ponto de investigação desde a primeira fase da denúncia. O MP tem dividido as operações da primeira denúncia. É uma espécie de fatiamento”.

Jovelino comentou o fato de ter se passado nesta quarta-feira um ano desde a prisão de Leto Viana e destacou que já pediu em duas oportunidades a liberdade de seu cliente, mas não obteve sucesso: “Entendemos que a prisão é um ato de ilegalidade do poder judiciário paraibano porque um ano depois da prisão a defesa sequer teve oportunidade de alegar a ampla defesa e contraditório. Temos pedidos de revogação da prisão apresentados antes do final do ano reiterados antes do carnaval e eles sequer foram apreciados pelo juiz competente. Entendemos que é uma ilegalidade do judiciário e só podemos aguardar a decisão do juiz de Cabedelo, já que percorremos todos os caminhos jurídicos e acreditamos que nos próximos 15 dias poderemos ter uma decisão neste caso”.

Desconhece repasses – Jovelino ainda comentou a informação prestada pela Polícia Federal e pelo Gaeco que confirmaram, por meio de planilha apreendida que o empresário Roberto Santiago recebia um repasse mensal que variava de R$ 100 mil a R$ 120 mil enviados pelo então prefeito Leto Viana, como reembolso pelo valor pago pela compra do mandato do ex-prefeito Luceninha, que possibilitou a Leto Viana assumir a Prefeitura de Cabedelo.

“Nós não tivemos acesso a essa última denúncia que envolve o empresário Roberto Santiago. Então, desconhecemos essa questão de repasse e vamos nos pronunciar no momento certo em que formos convocados nos autos”, resumiu o advogado.

Leia mais

PF e Gaeco tem 39 mil páginas de conversas de Santiago que revelam “comportamento criminoso serial”

Justiça recebe denúncia do MP contra Leto Viana e mais onze envolvidos na Xeque-Mate

Comentários