50% desaprovam resposta de Bolsonaro à crise do óleo nas praias do Nordeste

Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (23) pelo jornal “Folha de S.Paulo” mostra que 42% dos brasileiros acham que o governo de Jair Bolsonaro teve desempenho ruim ou péssimo ao lidar com o vazamento de óleo que atinge as praias do litoral brasileiro.

A pesquisa Datafolha mostra os seguintes percentuais de avaliação sobre o desempenho do governo federal em relação ao vazamento:

Ruim/péssimo: 42%

Regular: 31%

Ótima ou boa: 23%

No Nordeste, região mais atingida pelas manchas de óleo, a avaliação negativa é maior:

Ruim/péssimo: 50%

Regular: 29%

Ótima ou boa: 16%

Os dados apontam ainda que 92% dos entrevistados tomaram conhecimento do desastre ambiental. Entre os que têm ensino superior, o percentual chega a 99%. A pesquisa foi feita com 2.948 pessoas acima de 16 anos em 176 municípios nos dias 5 e 6 de dezembro de 2019.

A pesquisa também questionou sobre o desempenho do presidente para pessoas de diferentes ocupações. Para 46% dos empresários, as ações de Bolsonaro em relação ao desastre foram consideradas ótimas. Já 60% dos estudantes as consideraram ruins ou péssimas

Desastre ambiental
As manchas de óleo que afetam o litoral do Nordeste e estados do Sudeste já atingiram 980 pontos desde o início da crise, em agosto. É o que aponta o mais recente balanço do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), divulgado em 20 de dezembro.

Há registro de manchas de óleo nos 9 estados do Nordeste – Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe – e também no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

G1

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.