Vice-presidente Michel Temer escapa de assalto em SP

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), foi vítima de uma tentativa de assalto no último dia 1º em São Paulo. O assaltante usava uma arma de brinquedo e, segundo a Vice-Presidência, escapou antes de ser abordado por seguranças.

 
A Folha apurou, contudo, que o assaltante chegou a abrir a porta do motorista do carro de Temer e foi dominado pela segurança. A versão eletrônica da revista "Veja", que divulgou a história hoje mais cedo, relata a mesma versão –acrescentando que a arma chegou a ser colocada na cabeça do motorista.
 
A Vice-Presidência dá outro relato. Afirma que Temer deslocava em comboio pela avenida Cidade Jardim, na zona oeste. Um homem com uma arma abordou o carro e fugiu quando quatro seguranças do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) saíram dos veículos atrás e à frente do de Temer.
 
O homem jogou a arma no chão e fugiu. O comboio seguiu e não foi prestada queixa, já que não houve violência, conforme o relato do Palácio do Planalto. O destino do assaltante, após ser dominado, também é incógnita.
 
Temer, que já foi secretário de Segurança de São Paulo em duas ocasiões nos anos 80 e 90, não quis dar entrevista sobre o ocorrido.
 

Folha Online
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.