Caminhoneiro paraibano se alimenta com doação e diz que pandemia é pior que guerra

O caminhoneiro paraibano Dorivan Leal, de 56 anos, está na estrada em meio à pandemia do novo coronavírus. Prestando um serviço essencial que não