Romero cobra cumprimento de projeto de publicidade em táxis de CG

O deputado Romero Rodrigues (PSDB) cobrou que a prefeitura de Campina Grande coloque em prática, de forma imediata, o Projeto de Lei de nº 021/2005, de sua autoria, que autoriza a implantação de publicidade nos táxis que circulam no município.

O projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de Campina Grande, na época em que Rodrigues era vereador, mas ainda não foi posto em prática.

Segundo Romero, o projeto de lei autoriza a implantação de publicidade nos táxis que circulam em Campina Grande, beneficiando os proprietários e permissionários dos veículos, garantindo-lhes uma nova fonte de renda que lhes permitirá melhores condições de vida. O deputado destacou que, em outras cidades do país já existe essa possibilidade, com a geração de renda para esse segmento, que passa por enormes dificuldades, em razão do alto custo de vida e os problemas naturais do dia-a-dia.

O parlamentar disse que as empresas poderão ter um espaço privilegiado nos veículos de aluguel que circulam pelas ruas de Campina Grande, divulgando os seus produtos e contribuindo de sobremaneira para o desenvolvimento do município. Segundo o deputado, o objetivo desse projeto é criar uma fonte de renda adicional para a categoria, gerando emprego junto às empresas de publicidade, além de fortalecer o comércio da cidade com a propaganda explorada.

Segundo ele, a Lei visa corrigir uma injustiça que havia anteriormente, quando só os ônibus podiam explorar esse tipo de publicidade em seus pára-brisas traseiros.

Romero informou também que fez vários estudos para evitar que o veículo fique descaracterizado, chegando a um processo que permita a utilização da publicidade no párabrisa traseiro e nas laterais dos táxis, com um material tipo película com 80% de visibilidade da parte interna para a parte externa do veículo.

Com a medida, os donos de táxis poderão instalar painéis no teto do veículo. Os painéis serão fixados na carroceria ou através de suporte.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.