PT Nacional determina apoio a Ricardo e aliança pode ser decidida na Justiça

O PT Nacional determinou a anulação parcial da convenção realizada na noite de ontem e que homologou as candidaturas de Anísio Maia a prefeito e Percival Henriques (PCdoB) a vice. O documento assinado pela presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann e pela secretária nacional de Organização, Sônia Braga, mantém apenas a validade da chapa proporcional. O comunicado foi feito à Justiça Eleitoral às 22h34. Já a ata da convenção do PT da capital paraibana havia sido enviada ao TRE da Paraíba às 19h39. A composição, determinada pela instância nacional, deve ser contestada na Justiça.

Anísio Maia confirmou ao ParlamentoPB a decisão da Nacional, mas afirmou que mantém sua candidatura.

“É verdade. Mas vamos recorrer, vamos enfrentar. Continua tudo no mesmo. Não vamos nos submeter”, disse Anísio Maia.

Ele classificou a decisão como uma violência. “É uma coisa absurda, uma violência. Um processo democrático, bonito, participativo, transparente, e ser interrompido com uma medida violenta, arbitrária. Realizamos a convenção, entregamos a ata ao TRE, tá tudo resolvido, tudo legalizado. O que vier a gente enfrenta. Vamos enfrentar judicialmente, politicamente e socialmente. O PT está unido, continua com o mesmo propósito e o PC d B também, afirmou.”

Apesar de todo o clima de animosidade causado pela intervenção da direção nacional, o PSB espera que os petistas indiquem o vice de Ricardo Coutinho, bem como aguardam que o PCdoB reforce a aliança, o que deve ser rechaçado também pelos comunistas paraibanos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.