PT divulga nota de pesar pelo assassinato de professora na Baia da Traição

O Partido dos Trabalhadores divulgou nota de pesar nesta quinta-feira pelo assassinato brutal da professora Adalcida Alves, ocorrido na última terça-feira (23) na cidade de Baia da Traição, no Litoral Norte paraibano. O PT ressalta na nota que Adacilda foi mais uma vítima da violência contra a mulher. Ela foi assassinada pelo ex-companheiro.

 
"Mãe zelosa, professora, Adalcida Alves era uma militante que sempre estava pensando, e colaborando, com a construção do PT no Brasil, na Paraíba e na sua cidade. Lutava por um país melhor, uma sociedade mais justa, que as mulheres tivessem seus direitos respeitados, e que barreiras fossem quebradas", diz a Direção do PT na Paraíba.
 
Confira a íntegra da nota do PT:
 
Nota de Pesar
 
É com imenso pesar que o Partido dos Trabalhadores da Paraíba comunica o assassinato brutal da companheira Adalcida Alves de Souza, 47 anos, ocorrido no dia 23 de setembro na cidade de Baia da Traição, no Litoral Norte paraibano.
 
Mãe zelosa, professora, Adalcida Alves era uma militante que sempre estava pensando, e colaborando, com a construção do PT no Brasil, na Paraíba e na sua cidade. Lutava por um país melhor, uma sociedade mais justa, que as mulheres tivessem seus direitos respeitados, e que barreiras fossem quebradas.
 
Adalcida Alves foi mais uma vítima da violência contra a mulher, sendo assassinada pelo ex-companheiro com, pelo menos, quatro golpes de faca peixeira. O crime aconteceu após eles já estarem separados há dois anos, e o assassinato foi realizado enquanto ela dava aulas de reforço para algumas crianças na sua residência.
 
A Direção do Partido dos Trabalhadores da Paraíba, que representa toda a sua militância, está de luto, luto pela perda de uma grande companheira, e aguarda que a justiça seja feita. Que o responsável por esse crime brutal seja encontrado e responda pelo bárbaro crime que cometeu.
 
Direção do Partido dos Trabalhadores da Paraíba
 
João Pessoa, 25 de setembro de 2014

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.