Presidenciável da UP visita a PB e critica PT, direita e pagamento da dívida pública

O pré-candidato à Presidência da República pela Unidade Popular (UP), Léo Péricles, defendeu nesta quinta-feira (20), em João Pessoa, onde cumpre uma agenda de entrevista e visitas a lideranças populares e trabalhistas. Em entrevista à Rádio BandNews FM Manaíra, Léo defendeu a revogação das reformas Trabalhista e da Previdência. Ele também fez críticas ao PT e à direita.

“O discurso foi que elas [as reformas] gerariam empregos e elas foram um desastre para a maioria do nosso povo. Então, precisamos revogar essas medidas para garantir emprego para o povo”, declarou durante entrevista na BandNews FM João Pessoa.

Mas a principal proposta do partido, destacou, é a suspensão do pagamento da dívida pública.

“A nossa pré-candidatura tem como proposta fundamental e central que a gente possa ter recursos, porque a gente não sai de uma crise tão profunda como essa que a gente vive no Brasil sem grandes investimentos na nossa economia e nós apontamos de onde vem esses recursos, que é com a suspensão do pagamento da dívida púlica do Brasil. Estamos falando de mais da metade do orçamento do Brasil, que hoje é drenado para pagar juros e amortizações de uma dívida que já foi paga várias vezes”, afirma.

Segundo ele, só dessa forma é possível ter recursos para investir em áreas sociais, como educação, saúde, habitação.

Para Léo Péricles, a suspensão do pagamento da dívida não representa um golpe, uma vez que, segundo ele, está previsto na Constituição Federal.

A dívida, afirma, não foi contraída para construir hospitais, escolas, universidades, para melhorar a vida da população brasileira. “Pelo contrário, é uma dívida que enriquece banqueiros, especuladores nacionais e internacionais. Para fazer agiotagem”, declarou.

Divergências com o PT

Segundo Léo, a UP nasceu para resgatar as ideias principais da esquerda no Brasil e explicou o fato do PT, que tem como pré-candidato à Presidência o ex-presidente Lula, não representar os interesses da UP.

Ele disse que as diferenças da UP em relação ao PT é do ponto de vista econômico, nas propostas para a economia.

“O PT esteve no governo e foi favorável ao pagamento da dívida pública. O que nós defendemos é que é necessário enfrentar esses setores privilegiados, muito ricos, que governam o Brasil há muito tempo”, ressaltou.

Agenda na capital:

Pela manha Léo Péricles participou de programas de rádio e deu entrevista à imprensa. À tarde, às 15h, ele visita as comunidades São Rafael e Tito Silva. às 18h faz visita aos trabalhadores da limpeza urbana; às 19h participa de plenária aberta no Sindicato dos Correios, na Rua Duque de Caxias, 105, no Centro, onde apresenta suas propostas de governo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.