PDT decide apoiar Pedro ao Governo, mas lança candidato próprio ao Senado

A convenção do PDT paraibano realizada na tarde desta sexta-feira, 5 de agosto, decidiu pelo apoio do partido ao candidato Pedro Cunha Lima (PSDB). O presidente estadual da sigla, Marcos Ribeiro, afirmou que o tucano também deve retribuir criando um palanque para o presidenciável Ciro Gomes (PDT). Um fato curioso é que o partido decidiu lançar um candidato próprio ao Senado: o advogado  André Ribeiro.

“Não podemos apoiar o candidato de Pedro porque Efraim Filho defende a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. Com  nossa candidatura ao Senado, damos um efeito higiênico na chapa”, disse Marcos Ribeiro, presidente estadual do PDT na Paraíba.

Além de aprovar o apoio a Pedro Cunha Lima e homologar a canddatura de André Ribeiro ao Senado, o partido também aprovou o lançamento de 10 candidaturas a deputado federal e outras outo a estadual.

Nas última semanas, o PDT esteve dividido entre uma composição com Pedro ou com o atual governador, João Azevedo, que disputa a reeleição.

Filiará ao PDT, a vice-governadora Lígia Feliciano anunciou apoio ao governador João Azevedo com quem tinha rompido politicamente no fim do ano passado.

 

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.