Oswaldo Filho confirma atração de Alexandre pela oposição

O procurador Geral de Justiça da Paraíba, Oswaldo Filho, confirmou hoje ter mudado de ideia e decidido disputar a reeleição para a chefia do Ministério Público da Paraíba. Ele disse ter sido instigado pelos membros do MPE para que continuasse a gestão, embora tenha assumido, durante a campanha, um compromisso de não seguir para um segundo mandato.

"Eu estou seguindo a ética da maioria. Os colegas propuseram a formulação de um abaixo-assinado com 150 nomes pedindo a minha permanência, mas eu disse que não havia necessidade. Ainda bem que a nossa instituição é livre e democrática e permite que repensemos nossas ideias. Eu repensei em nome dos colegas e tive o ato de coragem de assumir minha para que o Ministério Público não volte ao passado", disse o procurador, numa alusão direta à gestão de sua antecessora e futura adversária, Janete Ismael.

Ele ainda confirmou que um de seus aliados, Alexandre César, deixou de apoia-lo para integrar a chapa de Janete Ismael:

"É estranhíssima essa relação. Vi Alexandre ao lado de Francisco Sagres [esposo de Janete Ismael] e ainda não consegui entender a disposição dele. Eu respeito, mas não entendo. Eu sinalizei da importância dele para a continuidade desse projeto, mas acho que os encantos que foram ofertados pelos nossos adversários foram muitos", disse.

A eleição para o MPE acontece no segundo semestre.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.