Manoel Júnior procura ministro e PF e pede proteção a Absom

A assessoria do deputado federal Manoel Júnior (PMDB) entrou em contato hoje com o Parlamentopb para informar que o parlamentar tomou conhecimento da denúncia feita contra ele por Absom Mattos e já tomou providências efetivas sobre o caso. Manoel, que foi acusado por Absom de ter supostamente encomendado a morte de um vereador em Pedras de Fogo, procurou o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo para dar-lhe ciência do caso e também pedir proteção ao denunciante. Cardozo orientou Manoel a comparecer à Superintendência de Polícia Federal e relatar o episódio, o que igualmente foi feito.

De acordo com a assessoria de Manoel Júnior, o objetivo do parlamentar é garantir a integridade fisica de Absom Mattos e deixar claro que ele não tem qualquer relação com eventuais ameaças feitas à vida do primo do advogado Manoel Mattos, que disse ontem temer ser assassinado a qualquer momento.

Manoel ainda acrescentou, por intermédio da assessoria, ter solicitado a quebra do sigilio telefônico de Absom a fim de verificar de onde partiriam as ameaças. Ele atribui a denúncia do rapaz às mesmas fontes que "criaram" o atentado contra a secretária de Saúde de João Pessoa, Roseane Meira e invadiram a sede do PSB do Parque Solon de Lucena. O deputado ainda acrescentou que este tipo de fato vem à tona sempre que seu nome é lembrado para disputar a Prefeitura de João Pessoa.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.