João aconselha Cássio a “se ocupar” e descarta aliança com PSB

O governador João Azevêdo (Cidadania) respondeu, nesta sexta-feira (28), a uma indagação feita sobre uma fala do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) de que o rompimento dele com o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) seria mentira. Para João, o tucano “precisa se ocupar mais. Eu acho que ele precisa primeiro vir mais  a Paraíba para entender o que está acontecendo  aqui nesse processo.”

A prova do rompimento do governador com o socialista é o descarte de qualquer aliança política com o seu ex-partido, PSB, para as eleições municipais em todo o estado. “Todo mundo sabe que eu saí do PSB desde o ano passado. Não tenho nenhuma vinculação ou relação e não tenho sequer nenhuma aliança com o PSB em canto nenhum do estado da Paraíba”, disse.

Azevêdo disse que a não realização de alianças com o PSB foi uma das condições colocadas para os apoios municipais. “Seria uma incoerência de minha parte ter saído do partido, como eu saí do partido, praticamente expulso pela falta de reconhecimento da direção nacional e ter aqui, nesse momento das eleições, uma relação de aliança”, afirmou.

 

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.