Enterro de líder criminoso tem prisões, motociata e carro de som em São Bento; veja

Um homem apontado como líder de uma organização criminosa que atuava na região do sertão da Paraíba foi morto em confronto com policiais na tarde do último sábado, 21, em São Bento. Trata-se de Alberto Oliveira Dantas, mais conhecido como “Cara de Chinelo” que estava foragido do sistema penitenciário e foi localizado por policiais civis e militares quando estava em uma residência e com armas em seu poder. Ao notar a aproximação das viaturas, ele abriu fogo contra os policiais e acabou baleado e morto.

O sepultamento de “Cara de Chinelo” aconteceu na manhã desta segunda-feira, 23, também em São Bento e surpreendeu pela presença de muitos populares que seguiram o cortejo, puxado por um carro de som, em motocicletas.

Durante o enterro, muitos tiros de fuzil foram ouvidos na cidade. O pai do morto e um outro homem foram presos por porte ilegal de armas.

“Cara de Chinelo” era acusado de atuar no tráfico de drogas e em homicídios e costumava posar para fotos portando armas de grosso calibre.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.