Deputados visitam obras do São Francisco em Floresta

Acompanhados de prefeitos, presidentes de Câmaras municipais do cariri paraibano, os deputados Francisco Quintans, DEM, e Carlos Batinga, PSB, visitaram na última terça-feira, 21, o primeiro trecho do Eixo Leste, no município de Floresta, PE, da obra de transposição de água do Rio São Francisco para a bacia Hidrográfica do Rio Paraíba.

Segundo o deputado estadual Francisco Quintans, um dos entusiastas da transposição, 18 municípios da região do cariri serão diretamente beneficiados com  água do Rio São Francisco e projetos rede de esgoto, aterro sanitário e drenagem.

Quintans acrescentou que a água armazenada vai permitir a interligação de açudes e manter o nível de água em cada um deles – uma forma de garantir o sustento de famílias que vivem na região.

Isso vai permitir que, acrescenta o deputado Carlos Batinga, que em torno desses açudes, a população beneficiada possa ter um mínimo de política de irrigação para atender, sobretudo a agricultura familiar.

No canteiro de obra do 3º Batalhão do Exército Brasileiro, sediado em Floresta, os membros da comitiva receberam do engenheiro, Ten. Gurgel, explicações sobre a execução do projeto, sob responsabilidade do Exercito Brasileiro.

Comitiva – A comitiva com cerca de 70 pessoas, composta por parlamentares estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, presidentes de Câmaras municipais, vereadores, lideranças políticas da região do cariri, professores e profissionais de imprensa visitou o ponto inicial da obra, que servirá como tomada de água do Lago de Itaparica, para a transposição de água do São Francisco até a bacia hidrográfica do Rio Paraíba.

O trecho inicial do canal está sendo executada pelo 3º Batalhão do Exército Brasileiro, com sede no Piauí, subordinado ao 1º Grupamento de Engenharia e Construção, de João Pessoa,  tendo ao frente o engenheiro-chefe,  o Ten. Cel  Gurgel, um potiguar de Natal.

A parte do Exército consiste na construção de um Canal de aproximação, cuja profundidade em algumas áreas chega a ser corresponde a um prédio de 10 andares, e uma barragem de areia para acumulação.

Entre a parte inicial do canal e a barragem de areia será construída a primeira estação elevatória com uma altura de 36m.

A previsão para a conclusão do primeiro trecho do canal é para dezembro deste ano, segundo o engenheiro responsável, Ten. Gurgel.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.