Deputado acusa prefeito de desviar vacinas contra Covid

 

O deputado estadual Júnior Araújo usou as redes sociais na manhã desta quinta-feira (21) para denunciar o desvio de doses da vacina contra o novo coronavírus na cidade de São Francisco, no Sertão. Ele responsabiliza o prefeito da cidade, Geroncio Júnior.

Segundo o parlamentar, em postagem publicada no Twitter, três ampolas da vacina foram desviadas para beneficiar pessoas da casa do prefeito.

O deputado pediu que o fato seja investigado pelo Ministério Público, que já informou que vai apurar a denúncia.

O prefeito Geroncio Junior, por sua vez, negou ter desviado as vacinas e prometeu acionar o parlamentar na Justiça. Disse que ontem foram aplicadas 20 doses e hoje mais cinco pessoas serão vacinadas.

De acordo com o plano de vacinação, na primeira etapa devem ser obedecidos alguns critérios, que contempla as pessoas que podem ser vacinadas agora.

Critérios para vacinação:
-Trabalhadores da saúde: 34% dos trabalhadores da assistência e vigilância à saúde, domiciliares como cuidadores de idosos e doulas/parteiras, funcionários do sistema funerário, estudantes da área de saúde que estiverem prestando atendimento na linha de frente da assistência a Covid-19.
– População indígena: Indígenas com 18 anos ou mais atendidos pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena. A vacinação será realizada em conformidade com a organização dos Distritos Sanitários Especiais Indígena (DSEI) nos diferentes municípios;
– Idosos: Idosos acima de 65 anos que vivem em instituições de longa permanência. A estratégia de coordenação e execução das ações de vacinação é de competência municipal de saúde;

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.