Couto acusa cooptação de votos e diz que palavra de Cartaxo

O deputado federal Luiz Couto abriu as baterias mais uma vez contra seus adversários internos no PT na manhã deste sábado. Em entrevista concedida na 100.5 FM, ele denunciou mais uma suposta manobra para cooptar os votos dos filiados do partido na Paraíba. Segundo Couto, aliados de Rodrigo Soares estariam oferecendo R$ 1 mil pelo voto dos petistas na eleição para o diretório estadual, que acontece neste domingo. O parlamentar voltou a afirmar que prefeitos ligados ao Governo do Estado e fontes próximas ao vice-governador estariam oferecendo benesses e ameaçando retirar petistas de cargos comissionados caso eles não declarassem apoio a Rodrigo Soares.

Durante sua fala, Couto foi interrompido pelos apresentadores Tony Show e Humberto Alexandre a alertado a respeito das negativas de Luciano Cartaxo sobre as denúncias. O deputado federal não poupou o vice-governador: "Ele não tem DNA petista. Luciano só foi indicado vice por causa de um acordo do PMDB com o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho. Ele não foi, naquele momento, uma indicação do PT. Além do mais, a palavra de Luciano não tem valor. Não vale nada. Ele também assinou um documento prometendo apoio do PSB até o ano que vem e não cumpriu", disse.

Luiz Couto disputa com Rodrigo Soares e Nabal Barreto a presidência do PT da Paraíba. O atual presidente defende uma aliança do PT com o prefeito Ricardo Coutinho. Já Rodrigo Soares tende a buscar uma composição com o atual governador do Estado, José Maranhão. O empresário Nabal Barreto não externou qual sua preferência para o Governo em 2010.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.