Clientes podem negociar débitos de energia sem precisar sair de casa

Nada melhor que aproveitar o encerramento de um ciclo e o início de outro para realizar mudanças na vida. Entre elas, uma se destaca para muitos paraibanos: o desejo de colocar as contas em dia, retirar o seu nome dos órgãos de proteção ao crédito e manter distância das dívidas.

A negociação de débitos está disponível tanto para clientes residenciais como comerciais. Mesmo aqueles que já têm parcelamento podem aproveitar a oportunidade, realizando uma nova negociação. A partir de uma fatura pendente, o cliente já pode negociar com a empresa de forma simples e ágil.

“Estar em dia com a distribuidora traz mais tranquilidade nesse início de ano. O objetivo é evitar as ações de cobrança como suspensão do fornecimento ou a negativação do nome”, explicou Felipe Costa, gerente de serviços comerciais da Energisa Paraíba e Energisa Borborema.

Para realizar a negociação, o cliente residencial nem precisa sair de casa. Basta acessar um dos canais de atendimento da Energisa. Uma das opções é a assistente virtual GISA, disponível 24 horas por dia pelo WhatsApp (83) 99135-5540. Para tanto, basta escrever a palavra Parcelamento e dar início à conversa.

Há, ainda, a opção de quitar as dívidas pelo aplicativo Enervisa On, clicando no ícone Parcelamento. O app pode ser baixado gratuitamente na plataforma da Play Store ou Apple Store.

Quem preferir, pode realizar a negociação pelo site, no endereço www.energisa.com.br, na opção “Negociar Dívida”, ou pelo Call Center (0800 083 0196).

Já os clientes comerciais podem se dirigir a uma das agências da Energisa. Caso prefira, o cliente residencial também pode realizar a negociação presencialmente. Para isso, é preciso apresentar os seguintes documentos:

– Pessoa Física: RG, CPF e Procuração, se for o caso;

– Pessoa Jurídica: Ato constitutivo, Estatuto, Ata de Eleição e Posse, Procuração, se for o caso, além dos documentos pessoais do representante legal. O Contrato Social Eletrônico pode ser aceito, nos casos em que houver a assinatura eletrônica.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.