Cidadania discute eleições e afirma que tem projeto para governar João Pessoa

Na noite desta segunda-feira (2), no Auditório do SINTTEL, o Cidadania (antigo PPS) deu o pontapé inicial para as discussões internas sobre as eleições municipais de João Pessoa.

Segundo o presidente do Cidadania em João Pessoa, vereador Bruno Farias, o partido aproveita o período da janela partidária para filiar militantes e pré candidatos e ainda lançar olhares críticos sobre os problemas da cidade.

Aproveitaremos o período da janela partidária, não apenas para filiar lideranças, agentes políticos,não apenas para filiar lideranças, agentes políticos, pensadores, técnicos, militantes e pré candidatos, mas também para lançar olhares críticos sobre os nossos problemas, apresentando soluções viáveis para as deficiências reais que as pessoas vivem em seus cotidianos, seja na falta ou na precarização da oferta de serviços públicos, seja na falta de criatividade e ousadia para superar obstáculos como a burocratização da máquina pública, como a letargia na resposta das demandas dos bairros da Capital, como a necessidade de modernização da gestão com investimentos em tecnologia, como soluções para a mobilidade urbana e para a saúde pública, como a ausência de políticas públicas que impulsionem a economia, gerando emprego e renda”, avaliou Bruno.

Ainda de acordo com o presidente do Cidadania, o partido, com a valiosa contribuição de técnicos qualificados de seus quadros, tem tudo para oferecer o que a cidade tanto precisa: planejamento e capacidade de gestão. “Vamos formatar uma chapa competitiva para a disputa de vagas na Câmara Municipal e vamos, com a experiência acumulada e ouvindo os mais diversos segmentos da sociedade, apresentar um projeto de governo para a cidade de João Pessoa explorar as suas vocações, resolver graves e reprimidas demandas, atender às novas necessidades da população e lutar pela melhoria da qualidade de vida da nossa gente”, disse.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.