Adolescente morre durante motim em centro socioeducativo; veja imagens

Um motim foi realizado no fim da manhã desta segunda-feira, 3, no Centro Socioeducativo Edson Mota, uma unidade da Fundac, em Mangabeira, dedicada à ressocialização de adolescentes em conflito com a lei. Os motivos da rebelião que deixou um adolescente morto (ferido a golpes de espeto) e fez alguns agentes como reféns, ainda não são conhecidos, mas a direção do Centro acionou a Polícia Militar para conter os internos. Homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais estiveram no local e a informação repassada pela Fundac há pouco é que a situação está tranquila e o motim, contornado.

Uma nota à imprensa com mais detalhes do ocorrido deve ser emitida ainda hoje.

Desde ontem, como informou o ParlamentoPB, os agentes socioeducativos iniciaram uma mobilização cobrando melhores condições de trabalho. Em um comunicado distribuído aos colegas, eles informaram que a mobilização exclui qualquer atividade fora das alas, a exemplo de banho de sol e atendimentos. A alimentação dos internos está sendo oferecida nos quartos. Segundo a organização da paralisação “os internos continuam tendo assistência necessária”.

O protesto começou na noite de sábado e foi mantido no domingo. Os agentes reclamam de falta de diálogo da atual gestão, não recebimento de horas extras que estão sendo trabalhadas, intrajornada, condições precárias de trabalho e da proibição do porte de espargidor e tonfas.

 

VEJA TAMBÉM

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.