Wilson Filho defende mais ênfase escolar no empreendedorismo

O deputado federal Wilson Filho, do PMDB da Paraíba, considera que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec) é “um avanço” e pode atender algumas das principais reivindicações do Conselho Nacional da Juventude (no qual o parlamentar representa o Congresso Nacional), especialmente no que diz respeito ao desemprego que atinge as faixas mais jovens da população.

“Creio que com a expansão do ensino técnico, na amplitude desejada pela presidenta Dilma, especialmente beneficiando o ensino médio, haveremos de qualificar essa faixa da população, que é o jovem, possibilitando-lhe melhores condições de ser inserido no mercado de trabalho”, avalia o parlamentar.

Um dos pontos que mais chamaram a atenção do parlamentar paraibano foi o do envolvimento dos setores empresariais e do Sistema S na proposta governamental. Para Wilson Filho, “pelo fato de vincular o empresariado, o projeto de expansão do ensino profissionalizante, apresentado pelo governo federal, pode facilitar a absorção dessa mão de obra a ser formada”.

Wilson Filho acha que um bom complemento à proposta da presidenta Dilma Roussef seria a introdução no ensino médio de tarefas escolares voltadas ao empreendedorismo, num modelo interdisciplinar. “A juventude precisa desde cedo aprender a importância da inovação, do empreendedorismo, algo que capacitaria os jovens a buscarem o caminho da iniciativa privada”, considera.

Wilson Filho citou recente pesquisa internacional que revela uma mudança da mentalidade do brasileiro. Segundo os números, o Brasil seria o país mais empreendedor do G-20. “A faixa de idade mais empreendedora situa-se entre os 25 e os 34 anos, o que já é motivo de comemoração, mas, também precisamos aumentar a freqüência do empreendedorismo na faixa entre os 18 e os 24 anos”, advoga o deputado.

Na opinião do jovem parlamentar peemedebista, que é vice-presidente da Comissão Especial de Combate às Drogas, da Câmara dos Deputados, e, também, membro da Frente Parlamentar da Juventude, “todas essas iniciativas, além de representarem um forte estímulo à geração de emprego e renda, beneficia enormemente a luta contra as drogas pela inserção de parcelas da juventude no mercado de trabalho”.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.