Wallene diz que PT erra ao tratar PSB como adversário

O professor Wallene Cavalcante encaminhou ao Parlamentopb um texto no qual critica pontos da resolução aprovada pelo PT da Paraíba na última quinta-feira, 10, e que trata da eleição de Ricardo Coutinho para o Governo do Estado como uma gestão adversária. Para Wallene, a conceituação feita por seu partido é equivocada. Ele argumenta que "além do PSB ser um dos principais interlocutores na base de apoio do governo Lula, foi fundamental para que a candidata Dilma conquistasse a Presidência da República".
 
Confira a íntegra do texto:
 
Os equívocos políticos da Resolução do PT Estadual sobre as Eleições 2010

A Comissão Executiva Estadual do PT da Paraíba, reunida nesta última quinta-feira (11), avaliando o processo eleitoral de 2010, aprovou uma Resolução Política que, ao meu juízo, comete alguns equívocos políticos que merecem reparação a fim de não comprometer o bom debate a que está sendo chamado os membros do Diretório Regional do PT da Paraíba.

1. É um equívoco sem tamanho tratar o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e o seu candidato a governador na Paraíba como adversário. Além do PSB ser um dos principais interlocutores na base de apoio do governo Lula, foi fundamental para que a candidata Dilma conquistasse a Presidência da República;

2. O PT de João Pessoa, acertadamente, apóia e participa da gestão do PSB na Capital, deliberando pelo mesmo apoio de sua bancada petista na Câmara Municipal, o que contribuiu para o melhor desempenho na reeleição da candidatura a deputado federal do PT;

3. Afirmar uma hegemonia dos partidos adversários do PT no projeto político vitorioso do PSB na Paraíba, não passa de uma tentativa mal sucedida de confundir e apelar para a base petista e seus dirigentes de que uma possível “oposição” por aí se justificaria;

4.A afirmação de que a aliança PMDB/PT elegera as duas vagas para o Senado da República, é mais outro equívoco que parece mais atender a interesses do PMDB do que ao próprio PT;

5. Finalmente, a recomposição do contrato ético e político do PT na Paraíba passa por uma profunda e responsável avaliação de todo processo político vivenciado durante as eleições de 2010. Sem admitir ou tolerar a lógica política de maioria eventual que prega a punição para a moralização.

Por essa razão vamos ao bom debate, inclusive de forma pública, jogando um jogo ético e transparente sem subterfúgios, sem enganação ou meias palavras.

Prof. Wallene Cavalcante

Diretoriano – Membro da Executiva

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.