Voto de aplauso a Gominho é aprovado em meio a polêmica na Câmara

O secretário de Segurança e Defesa Social do Governo do Estado, Gustavo Gominho, esteve no centro de uma polêmica hoje de manhã na Câmara Municipal de João Pessoa. A discussão se deu por causa de um voto de aplauso a ele apresentado pelo vereador João Almeida (PMDB) e que gerou irritação no bloco de situação, hoje em menor número no plenário.

Para o vereador Ubiratan Pereira (PSB), a apresentação do voto de aplauso é um desrespeito à própria Câmara. Ele lembrou que terminou em tumulto a participação de Gustavo Gominho em uma audiência pública convocada pela vereadora Raíssa Lacerda (DEM) na última quinta-feira, 6.

– Tenho a convicção de que o aumento da violência na Paraíba não é culpa de uma pessoa apenas. Mas, também tenho certeza de que falta resposta efetiva da Secretaria de Segurança à onda de violência que existe no Estado. Quando esteve na Câmara na semana passada, ele se retirou de forma abrupta. Não devemos aplaudir quem nos deixou sem prestar informações – disse Ubiratan

Por sua vez, João Almeida defendeu sua proposta:

– Apresentamos um voto de aplauso pelas atitudes concretas já realizadas pela Secretaria de Segurança. São dezenas de viaturas novas, coletes e armamento distribuídos, além da habilidade que o secretário demonstrou na negociação para suspender as greves da polícia. Para isso é preciso ter conhecimento de causa, como tem o secretário.

A audiência da qual Gominho se retirou foi interrompida por um bate boca entre os vereadores Mangueira e Fernando Milanez com representantes dos agentes penitenciários aprovados no último concurso. Os manifestantes cobravam a convocação dos classificados e acabaram discutindo com os vereadores, que orientaram o secretário a deixar o plenário durante a sessão.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.