Vituriano chama TCE de desonesto e acaba processado

O ex-deputado Antonio Vituriano de Abreu vai responder, judicialmente, por acusações ao Tribunal de Contas da Paraíba feitas hoje em entrevista ao programa “Espaço Aberto” da Arapuan FM de Cajazeiras que o Programa “Rádio Verdade”, da Arapuan de João Pessoa, tratou de reproduzir.

A Consultoria Jurídica do TCE (Conjur), por determinação do presidente da Corte, conselheiro Nominando Diniz, deu início às primeiras providências para a instauração do processo criminal a que Vituriano, que também já foi prefeito de Cajazeiras, irá responder.

Assim, a Conjur está notificando ambas as Emissoras para que apresentem a fita de áudio com a entrevista do ex-deputado repercutida, ainda, em portais de notícias. Vituriano viu na aprovação, em grau de recurso, das contas de 2004 do atual prefeito de Cajazeiras Carlos Antonio de Oliveira, seu desafeto político, um ato de subserviência e desonestidade do TCE. E, agora, vai responder, judicialmente, por isso.

Na entrevista, ao criticar a decisão do TCE que aprovou, em grau de recurso, as contas de Carlos Antônio, Vituriano disse que as decisões do Tribunal de Contas são temerárias:  "Se o TCE fosse honesto, reprovaria de vez todas as contas de Carlos Antônio”, disse ele, que ainda colocou sob suspeita a Corte ao dizer que a maioria dos conselheiros foram indicados pelo grupo do ex-governador Cássio Cunha Lima.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.