Vítor Hugo é eleito, promete “dobrar” trabalho e não quer diálogo com oposição

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) divulgou às 19h07 o resultado final da eleição suplementar realizada neste domingo, 17, em Cabedelo. Vítor Hugo, do PRB, prefeito interino e candidato, foi reconduzido ao cargo. Ele teve 23.169 votos, enquanto que a segunda colocada, Eneide Régis, obteve 6.199. Marcos Patrício do PSOL, ficou com 1.461 e José Eudes chegou em quarto com 878.

Vítor era presidente da Câmara e chegou à prefeitura depois da prisão de Leto Viana no âmbito da Operação Xeque-Mate em abril do ano passado.

Agora eleito, ele chegou à sede do Fórum Eleitoral por volta das 18h58 para encontrar sua militância e aliados políticos. Ao ser abordado pela imprensa, ele disse que sua meta é continuar o trabalho que está sendo feito no município: “Simplesmente, vou continuar o trabalho que foi acreditado pelo povo. Eu não posso mudar, não posso inventar a roda. Esse é o momento de construir Cabedelo e perdemos cinco meses com a cidade parada. Agora, vou dobrar o horário para poder corresponder aos eleitores”, disse.

Sobre a oposição, o prefeito afirmou que não quer diálogo com os adversários: “Eu não vou decepcionar. Amanhã , não vou trabalhar, mas na terça-feira vou estar trabalhando para compensar o tempo perdido. Vamos fazer o melhor pela cidade e a prioridade é a infraestrutura, o Pavimenta 2 vai recomeçar com mais 50 ruas. Quero deixar toda a cidade pavimentada. A oposição falou muito, mas o voto é que resolve e o povo escolheu o melhor para a cidade de Cabedelo. Não tenho problema com a oposição e espero que eles possam somar, mas não vi neles nenhum tipo de proposta para o município. Então, não tenho como somar com a oposição se ela não oferece qualquer proposta. Se eles tivessem oferecido uma só proposta interessante, eu incluiria no meu plano de governo”, disse.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.