Vital revela que foi sondado para ser ministro, mas não quis

Em entrevista concedida ao Conexão Master, da TV Master, o senador Vital Filho revelou na noite de ontem que foi sondado para ser ministro do Governo de Dilma Rousseff (PT). Sem revelar para que Pasta iria, caso aceitasse, o paraibano acrescentou que não demonstrou interesse em trocar o Senado pelo executivo.

– O PMDB não está sendo bem aquinhoado no Governo Dilma. O partido tem apenas dois ministérios. Fui sondado, mas não quis ir para um ministério. A verdade é que o partido não ocupa os espaços que seria justo ocupar.

O paraibano ainda admitiu ser candidato a presidente do Senado, como tem sido especulado pela imprensa e disse que conta com os votos de Cícero Lucena e Cássio Cunha Lima para ser eleito para o cargo.

Outro assunto tratado foi o anúncio da urbanização do Açude de Bodocongó, feito pelo Governo do Estado no último dia 20 e orçada em R$ 10 milhões.

– Ele já anunciou isso três vezes. Não sei se Ricardo Coutinho é mal assesssorado ou se ele não entende mesmo de Campina Grande. A Prefeitura também tem um projeto para Bodocongó, é uma emenda nossa, e o governo poderia trabalhar junto, já que não tem feito parcerias. Não cumpre os pagamentos legais para a Secretaria de Saúde, mas tudo bem…

Sobre o relacionamento profissional com o novo senador, Cássio Cunha Lima (PSDB), Vital declarou:

– Nós evoluimos. Eu lutei muito para que Wilson Santiago permanecesse e não vou dizer que a relação é a mesma. Mas, Cássio chegou e eu entendi que precisava estar mais próximo dele para criarmos juntos, eu, ele e Cícero, ações conjuntas para a Paraíba. Estamos com um problema na GOL em Campina Grande e Cássio marcou uma audiência com o presidente da empresa. Estamos programando que os assuntos da Paraíba serão tratados juntos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.