Vereadores de CG têm até dia 17 para derrubar vetos de Veneziano Vital

O prefeito de Campina Grande vetou na semana passada projetos de autoria de vereadores aliados na Câmara Municipal. Cassiano Pascoal, do PSL, e Laelson Patrício, do PT do B, tiveram projetos de lei vetados de acordo com entendimento do chefe do executivo. Para o líder da bancada de situação na Casa de Félix Araújo, se as matérias não tinham previsão constitucional, o prefeito agiu corretamente. Em conversa com o repórter Geovanne Santos, Fernando Carvalho disse que a câmara não é igual à Assembléia Legislativa da Paraíba. Segundo ele, os deputados estaduais paraibanos são campeões na aprovação de leis inconstitucionais.

O presidente da Câmara Municipal disse que os vetos serão analisados pelos parlamentares até o próximo dia 17 de dezembro. Nelson Gomes afirmou que uma reunião com os lideres das bancadas de situação e oposição vai marcar uma posição a resepeito da votação de todas as matérias ainda pendentes.

Após o incidente ocorrido devido a uma falha da ex-secretária de apoio parlamentar, os vereadores ficaram mais atentos. A antiga secretária não observou as datas das análises dos vetos e acabou fazendo com que o legislativo ficasse omisso com os vetos do executivo. O ato falho dela resultou em demissão, e o atual secretário já adiantou que não pretende incorrer no mesmo erro.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.