Vereadores da capital criticam Governo pelo anúncio de Revéillon

Durante a sessão ordinária de hoje, na Câmara Municipal de João Pessoa, o vereador Sérgio da Sac (PRP) criticou a atitude do Governo do Estado que anunciou a realização de uma festa de réveillon na praia do Cabo Branco, próximo ao Busto de Tamandaré, onde também será realizado o evento de virada de ano da prefeitura de João Pessoa. Para ele, a realização de duas festas no mesmo local resultará numa grande confusão de som, fato que o Governo do Estado deveria perceber e dirigir seu investimento para outras localidades, a exemplo de outros bairros da capital paraibana ou outras praias, como a do Sol, no litoral Sul, onde o vereador promoverá a mesma festa sem apoio.

“Eu já venho anunciando o réveillon da Praia do Sol desde o início do ano e já pedi o apoio tanto da Prefeitura quanto do Governo do Estado. A Prefeitura não apoiou porque já mantém uma festa oficial no Busto de Tamandaré. Agora, para minha surpresa, o Estado também fará um evento da mesma natureza naquela localidade, a menos de mil metros uma da outra. Para que isso? Se o Estado tinha o interesse de oferecer mais uma opção de festa aos pessoenses, poderia aproveitar toda estrutura das praias do litoral Sul, por exemplo”, disse Sérgio.

Outros parlamentares, a exemplo de Benilton Lucena (PT) e Tavinho Santos (PDT), também recriminaram a escolha do Governo do Estado. “Lamento que essa disputa política entre a Prefeitura de João Pessoa e o Governo do Estado prejudique a cidade. Nós temos uma orla bastante grande e lá comporta todos os eventos. O Governo do Estado poderia destinar seu investimento para uma localidade mais distante”, disse Tavinho.

Já Benilton ressaltou o transtorno que a mínima distância entre os dois eventos pode acarretar, e propôs, a realização da festa nos demais bairros da capital. “É oportuno que o Governo do Estado também opte por fazer sua festa. É uma marca. Mas, trazer o evento para a praia e bem proximo a outra festa vai criar um transtorno à população. Minha proposta é levar para os bairros, como o de Mangabeira”, destacou o vereador.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.