Vereadores aprovam eleição antecipada da mesa diretora da Câmara

Os vereadores pessoenses aprovaram hoje de manhã o projeto de resolução que antecipa em um ano a eleição da mesa diretora da Casa. A matéria foi aprovada por 17 votos contra um, do vereador Geraldo Amorim (PDT), um ferrenho crítico da tese de reeleição e antecipação do pleito. Os vereadores Sandra Marrocos, Ubiratan Pereira e Fernando Milanez estavam ausentes e não participaram da votação.

De acordo com o regimento interno da Câmara, a eleição seria realizada em dezembro do ano que vem, mas, pela mudança aprovada hoje, o pleito será realizado no próximo dia 1º de dezembro, terça-feira.

Em entrevista concedida logo após a votação, o presidente da Casa, Durval Ferreira (PP), provável candidato à reeleição, definiu como "natural" o processo, que contou com o apoio da maioria dos parlamentares e adiantou que vai conversar com a atual mesa diretora para definir uma chapa para disputar o pleito de terça-feira.

Por outro lado, o vereador Geraldo Amorim classificou a votação como sendo "um golpe". Ele argumentou que a matéria foi incluída em um rol de projetos menores em dia atípico de votação.

O presidente da Casa, Durval Ferreira (PP), informou que os interessados em concorrer ao pleito devem formalizar a chapa e apresentar no Protocolo Geral da Câmara até as 18h desta terça-feira (23). “Qualquer vereador pode lançar uma chapa. Estamos entrando em entendimento para decidir que composição será apresentada”, declarou o presidente.

O vereador Benilton Lucena (PT) antecipou que irá concorrer ao cargo de primeiro-secretário e que é consenso entre a maioria dos vereadores a recondução de Durval à presidência. “Acredito que, mais uma vez, será lançada uma chapa única, já que a maioria apóia o atual presidente, Durval Ferreira, e a atual composição da mesa”, revelou.

Ele também elogiou a atuação de Durval como presidente: “Durval vem trabalhando com maestria na relação entre a Câmara e a comunidade, e principalmente entre o Legislativo e o Executivo. Quem ganha com essa harmonia é a cidade”, avaliou Benílton.

Quando questionado sobre o curto prazo para a apresentação de chapas, Benílton respondeu que “a discussão sobre a antecipação da mesa vem de muito tempo, portanto, não haverá nenhuma dificuldade”.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.