Vereadora quer multa para peças publicitárias que mostrarem nudez

A vereadora pessoense Eliza Virgínia (PPS) está preparando um projeto que será apresentado depois do recesso parlamentar e cujo conteúdo promete gerar polêmica na capital paraibana. Ela quer proibir a exposição de nudez masculina ou feminina em peças publicitárias diversas, como cartazes, outdoors e até revistas que possam ser colocadas à vista da população, nas bancas da cidade.

"Tudo que mostre partes íntimas não poderá ser mostrado. Será passível de multa. Entendemos que é tênue a linha entre o sensual e o pornográfico, por isso, decidimos propor essa proibição", disse Eliza Virgínia.

Ela disse acreditar que não haverá polêmica sobre o tema na Câmara Municipal: "Já conversei com as vereadoras da capital [ Raíssa Lacerda e Sandra Marrocos] e elas entendem que o corpo humano não pode ser banalizado", resumiu.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.