Vereadora aciona PF e denuncia ter sido ameaçada de morte

A vereadora de João Pessoa, Eliza Virgínia (Progressistas) revelou hoje que foi ameaçada de morte por causa de sua atuação parlamentar. Evangélica, ela defende atualmente um projeto em tramitação na Casa que proíbe a participação em competições municipais de atletas trans em equipes diferentes do sexo biológico.

“Vou à Polícia Federal porque fui ameaçada. Quem está fazendo discurso de ódio são centenas de pessoas trans e gays. Ameaça de morte foi somente uma, mas eu defendo o que é justo para quem quer que seja”, declarou Eliza, em resposta à colega Sandra Marrocos que disse existir “ódio” no discurso da vereadora.

Os prints aos quais a vereadora fez referência são os seguintes:

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.