Vereador retorna a Casa e participa do “Jornal da Câmara”

O vereador Jorge Camilo (PT), em seu retorno a Casa depois de participar da administração municipal, foi o entrevistado do "Jornal da Câmara" na manhã desta terça-feira (8), retomando a discussão em torno do seu projeto de lei (12.325/2011) que trata sobre a "Política dos Resíduos", que regulamentará a coleta do lixo. O "Jornal da Câmara" tem meia-hora de duração e é transmitido ao vivo, de terça a quinta-feira, sempre a partir das 9h, pela TV Câmara, Canal 23 da Net.

O parlamentar, primeiro suplente da coligação PT-PTB-PCdoB, estava licenciado do mandato para comandar a Secretaria da Transparência Pública (Setransp) do município. Camilo, que define a Setransp como uma secretaria estratégica para o povo de João Pessoa, declara: “Tenho orgulho de ter sido convidado para assumir essa pasta e me senti capacitado para a tarefa. Como vereador ou secretário, o objetivo é um só: promover o bem comum, acima de qualquer interesse. Dessa forma, retorno a esta Casa para lutar diretamente pela melhoria da população desta cidade”.

Sobre o "Plano Nacional de Resíduos Sólidos", o vereador acredita que deverá ocorrer uma mobilização integrada entre os poderes públicos, a iniciativa privada e toda a população do país. Para ele, esse é um grande problema que os gestores do Brasil deverão discutir para se encontrar uma solução emergencialmente para fazer melhorias nos aterros sanitários e também em relação a situação dos coletores desse material.

De acordo com Camilo, a cidade de João Pessoa, através do Programa "Acordo Verde", tem conseguido um bom trabalho em relação a gestão dos resíduos da cidade, mas precisa de uma campanha intensiva de mutirão para fortalecer esse trabalho, sem prejuízo para a ordem ambiental da Capital. Ele ainda comentou que não se deve esquecer dos manguezais, que são muito importantes para o ecossistema e para a população ribeirinha do município.

O vereador também lembrou que o governo federal e o governo do município de João Pessoa já criaram dispositivos para formalizar o recolhimento de resíduos, fazendo a doação de todo o material resultante do lixo, nos órgãos públicos, para cooperativas de coletores de lixo da cidade.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.