Vereador que namora adolescente diz estar tranquilo

O vereador José João do Nascimento, mais conhecido como Nino (PT), de Bayeux, comentou a denúncia sobre seu relacionamento com uma adolescente de 15 anos, estopim de um processo que acabou na delegacia local e gerou a prisão dos conselheiros tutelares Jarbas Coelho e Tony Cultura, acusados de extorsão ao parlamentar. De acordo com o vereador, o que aconteceu foi "uma grande confusão recheada de denúncias falsas e infundadas".
 
– O que eu identifiquei foi uma grande distorção e acusações falsas contra a minha pessoa, por motivo de um namoro com consentimento da família da menina. Inventaram algo para me incriminar, mas ninguém tem prova de nada contra mim.
 
Nino acrescentou que já teria sido ameaçado de extorsão, mas na última segunda-feira os conselheiros pediram propina em troca de silêncio sobre o caso:
 
– Eles não chegaram nem a dizer o que tinham contra mim, só ameaçaram. Eles diziam que tinham algo contra mim e esse algo tinha a ver com a pessoa que eu namoro, mas isso não é verdade, pois namoro com conhecimento público e da família dela. Na segunda-feira, eles disseram que tinham agravantes contra mim, mas não falavam o que era. Ameaçaram de passar para a imprensa. E pediram R$ 6 mil para não levar o caso adiante. Fiquei muito preocupado, pois percebi que era algo incorreto, fui orientado a procurar a polícia.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.