Vereador propõe discussão sobre fim da Micarande

A viabilidade da segunda maior festa realizada em Campina Grande, a Micarande, tem sido assunto de inúmeras discussões entre os cidadãos campinenses, os empresários e o poder público local. Diante desse impasse que se tornou o carnaval fora de época da Rainha da Borborema, o vereador Inácio Falcão (PSDB) solicitou a realização de uma Sessão Especial para discutir o fim da festa na cidade.

Segundo o peessedebista, a Micarande que vem sendo realizada desde 1989 passou por modificações de adequação a dimensão que o evento tomou. “Nos últimos anos a viabilidade da festa tem sido bastante discutida, haja vista o espantoso gasto da Prefeitura em promovê-la. Além disso, vários seguimentos da sociedade organizada empunham uma bandeira firme pelo fim da Micarande, tendo como argumento a mudança drástica na rotina da cidade, o aumento espantoso de assassinatos e da criminalidade em geral, a ampliação do contagio de doenças venéreas e gravidez indesejada e o aumento do trafico e consumo de drogas legais e ilegais”, explicou Inácio Falcão.

O parlamentar argumentou ainda que a solicitação de uma Sessão Especial parte da necessidade “antiga” de discussão sobre o tema numa proporção mais ampla entre os envolvidos direto ou indiretamente com a festa. “Entendemos a importância do debate para que possamos chegar a uma conclusão sobre o assunto e esclarecer a população a respeito da realização ou não da Micarande”, disse.

Além de solicitar a Sessão Especial para discutir a Micarande, o vereador reivindicou ainda, ao 2º Batalhão de Policia Militar da Paraíba e a Superintendência da Policia Civil, rondas policiais nos bairros da Prata e Bodocongó e providências a respeito de um buraco existente na Rua Alagoas, na Liberdade.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.