Vereador fica sem mandato em Juazeirinho

A Câmara Municipal de Juazeirinho cassou, na noite de anteontem, o mandato do vereador Wagner Cabral (PSDB). Ele é acusado de ter descumprido o Regimento Interno da Câmara, ao faltar 8 das 14 sessões ordinárias realizadas no decorrer do ano de 2010. A informação é do presidente da Câmara de Juazeirinho, Paschoal Matias, autor do processo de cassação do vereador. 

 
De acordo com o presidente da Câmara, o processo de cassação do mandato de Wagner Cabral foi apreciado e votado por três integrantes da Mesa Diretora. A Mesa é formada pelos vereadores Paschoal Matias, Normélio, Patrício Gouveia e Didi, que absteve-se de vota. O vereador Wagner Cabral participou da sessão que cassou o seu mandato. Estava acompanhado de sua mãe, Arlete Cabral, e de um advogado.
 
O vereador não aceitou a decisão da Câmara e anunciou que vai recorrer á Justiça contra a decisão. Com a sua cassação, quem fica com o mandato é o suplente do PSDB, Wagner Trajano. Ele foi empossado automaticamente, logo após a cassação de Wagner Cabral, na quinta à noite.
 

Correio da Paraíba
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.