Vereador de Cabedelo denuncia “armação” e cita “algozes” que querem cassar seu mandato

O vereador de Cabedelo, José Eudes, distribuiu hoje uma carta aberta à população para denunciar o risco de cassação de seu mandato já na sessão desta sexta-feira, 27. A alegação contra ele é de excesso de faltas em 2017. Eudes teria extrapolado em duas faltas o permitido que seriam 18 sessões. O parlamentar, contudo, alega que apresentou atestados médicos para justificar as ausências, mas os documentos desapareceram: “Deram fim a meus atestados médicos. Apresentei as justificativas, mas elas desapareceram. A operação Xeque Mate também levou muitos documentos que não retornaram à Câmara e agora eu estou prejudicado pelo desejo de retaliação de meus adversários porque sou o principal opositor do prefeito Vítor Hugo”, disse Eudes.

Em sua argumentação, Eudes afirma que o delator do esquema de corrupção que ligava a prefeitura, Câmara e os interesses privados do empresário Roberto Santiago, Lucas Santino estaria comandando a articulação para gerar sua cassação: “Lucas é que comanda a organização criminosa e tem o controle da Câmara e da Prefeitura. Ele resolveu blindar o prefeito Vítor Hugo e, com isso, tem tudo o que quiser. Todos os assessores dele estão na prefeitura e na Câmara”, denunciou.

A seguir a íntegra do documento:

CARTA ABERTA AO POVO DE BEM DE CABEDELO

Cabedelo, 26 de setembro de 2019.

Bom dia, queridos e amados cabedelenses! Mais uma vez, vejo-me obrigado a informar a vocês que muito em breve a Mesa Diretora da Câmara Municipal deverá se reunir para cassar o mandato que me foi outorgado pelo povo, porque a liminar que corretamente suspendia o processo irregular deflagrado no Legislativo foi reconsiderada pelo Des. Marcos Cavalcanti de Albuquerque.

Meus algozes querem calar uma das poucas vozes que se levanta contra um sistema corrupto que nunca deixou de existir na nossa querida cidade. Estarei sendo afastado do mandato porque insisti, e insisto, permanecer na oposição a um desgoverno marcado pelo mal uso do dinheiro público, como em diversas oportunidades já verificou o próprio Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

O mesmo grupo que articula minha execração pública é aquele que ardilosamente pactuou a blindagem do atual Prefeito de Cabedelo contra eventual apresentação de denúncia na Operação Xeque-Mate, cujo relatório final da Polícia Federal o indiciou pela participação na
Organização Criminosa desbaratada em abril de 2018, com fundadas suspeitas de recebimento de vantagens indevidas.

Este ano, à vista de todos, foi promovida uma alteração na Lei Orgânica do Município de Cabedelo, exclusivamente voltada para beneficiar o Chefe do Poder Executivo. E quem propôs isso!? O Vereador Evilásio Cavalcanti que figura exatamente como um dos querem que a Câmara declare a perda do mandato parlamentar que vocês me deram. Tal fato só foi possível após o retorno do Vereador Janderson Brito para a base de sustentação do governo, completando os 10 votos necessários para aprovação da mudança da Lei.

Apesar de toda minha contribuição para a Cidade de Cabedelo através das dezenas de denúncias apresentadas que culminaram na Operação Xeque-Mate, recebo como prêmio uma cassação. Por que será!? Será que é porque ainda existe uma organização c instalada no seio da
administração municipal!? Toda a minha atuação parlamentar tem sido pautada para a fiscalização do uso do dinheiro público e sempre que verifiquei o mal uso, o desvio e o locupletamento denunciei.

O que se vê, daqui onde estou, é um descalabro de favorecimentos pessoais daqueles que um dia já estiveram à frente de importantes cargos na gestão municipal e que foram flagrados assaltando os cofres públicos, alguns réus confessos, que temem ser mais uma vez desmascarados, porém, agora, sem os favores da Lei.

COVARDES!!!

Como um bom Bombeiro Militar Reformado do Estado da Paraíba jamais me entregarei a esse sistema!

É preciso que toda a Cabedelo, que a Paraíba e todos os órgãos de controle e repressão estejam vigilantes sobre os passos do Sr. Vitor Hugo e de sua esposa, Daniella Ronconi, assim como, dos vereadores Evilásio Cavalcanti e Graça Rezende, além do Sr. Rougger Guerra Filho e de Lucas Santino, que parece ser o grande articulador, para não dizer o mentor de todo o esquema “político” que comanda os Poderes Executivo e Legislativo na cidade de Cabedelo.

O tempo da verdade chegará! Um dia a fatura chega para aquele que temem a alvorada!

Ver. José Eudes

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.