Vereador de Areial é cassado por causa de parentesco com prefeito

Ser cunhado do então prefeito fez o vereador José Ronaldo de Souza (PSDB), também conhecido como Ronaldo de Adilma, perder o mandato. O vereador da cidade de Areial, 19ª zona eleitoral da região de Esperança, foi cassado na tarde de hoje por decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba.

O vereador entrou com um recurso contra a decisão de Primeiro Grau que cassou seu mandato alegando grau de parentesco muito próximo com o gestor do município, Adelson Gonçalves Benjamim. De acordo com o artigo 262 do código eleitoral, o prefeito teria que ter se afastado ou renunciado ao cargo com pelo menos seis meses de antecedência das eleições para que não tornasse o cunhado inelegível.

O TRE deu provimento parcial ao recurso baseado no artigo 216 do Código Eleitoral que diz "Enquanto o Tribunal Superior não decidir o recurso interposto contra a expedição do diploma, poderá o diplomado exercer o mandato em toda a sua plenitude". Assim, o vereador só se afastará do cargo quando o TSE deliberar sobre a matéria.
 
No processo, a recorrente, suplente Audeni Fires Diniz (PMDB) pediu ainda recontagem dos votos para que assumisse imediatamente, caso o vereador fosse cassado. O relator do processo, juiz Miguel de Britto Lyra filho não aceitou a segunda reivindicação e deu provimento parcial ao Recurso e foi acompanhado pelos demais. O vereador aguardará deliberação do TSE.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.