Vereador da região de Sousa é acusado de “chefiar” quadrilha

O Grupo Tático Especial da Polícia Civil da cidade de Sousa no final da tarde desta quinta-feira (05) prendeu o mecânico Marcos Pedrosas Júnior, conhecido por “Rolamento”, residente na cidade de São José da Lagoa Tapada. O GTE estava investigando casos de assaltos na região.

O acusado confirmou que deu guarita a dois homens em sua casa e que a a permanência dos dois teria sido um pedido do vereador da cidade de São José da Lagoa Tapada, Ubiratan de Sousa Mendes.

Na casa do acusado o GTE encontrou uma moto, proveniente de roubo na cidade de Serra Negra no Rio Grade do Norte. A moto foi trazida pelo vereador Ubiratan. A motocicleta tinha placa fria e estava sendo utilizada em assaltos na região.

O acusado confessou ainda aos policiais que é comum a presença de pessoas estranhas na casa do Vereador Ubiratan, principalmente oriundas da cidade de Recife. Ele disse ainda que já presenciou o vereador planejando os crimes e comemorando o sucesso das operações ilícitas.

O GTE investiga ainda, a participação do bando no assalto realizado a um mercadinho na cidade Santa Cruz, onde levaram um notebook, celulares, jóias e dinheiro, pois as características dos indivíduos e do veículo que efetuaram a ação coincidem com os do grupo da cidade de São José da Lagoa Tapada.

Marcos Pedrosas Júnior afirmou que o vereador Ubiratan de Sousa Mendes é uma pessoa perigosa e pediu proteção aos policiais, pois teme por sua vida e de seus familiares. Segundo informações da polícia, outra pessoa foi ouvida e confirmou o depoimento do acusado.

Diário do Sertão
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.