Vereador confirma a construção do Hospital Veterinário Municipal

O parlamentar Sérgio da SAC (PSL) usou a tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), durante a sessão ordinária desta terça-feira (4), para confirmar que a Capital paraibana será a primeira cidade do Norte-Nordeste, e um dos primeiros municípios do Brasil, a construir e disponibilizar um hospital veterinário público. O equipamento vai atender aos animais domésticos de propriedade da população carente, que não pode pagar pelos serviços de um veterinário particular.

De acordo com o vereador, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), garantiu que o Hospital Veterinário Público Municipal (HVPM) deve ser construído e inaugurado ainda no segundo semestre deste ano. “Luciano me autorizou a anunciar que vai atender esta solicitação, que vai beneficiar a população mais pobre da nossa cidade, favorecendo o bem-estar dos animais de estimação e contribuindo para a saúde pública da nossa Capital”, afirmou Sérgio.

O vereador é autor de um Projeto de Indicação (PI) que cria o Hospital Veterinário Municipal no âmbito da cidade de João Pessoa. De acordo com o parlamentar, a unidade vai priorizar o atendimento de pessoas que comprovem o recebimento de benefícios sociais, como o programa federal do Bolsa Família. O hospital fará cirurgias gratuitas em cães e gatos, além de procedimentos como exames laboratoriais e de imagem, consultas em todas as especialidades veterinárias, tratamentos oncológicos e cirurgias variadas, inclusive de alta complexidade.

Durante seu pronunciamento, Sérgio convidou a população a participar de uma audiência pública, a ser realizada às 15h do próximo dia 19 de fevereiro, no plenário da CMJP, para discutir a implantação deste Hospital. De acordo com ele, a audiência vai contar com a participação do secretário municipal de saúde, diversas Organizações Não Governamentais (ONGs) ligadas à defesa dos animais e do próprio prefeito, Luciano Cartaxo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.